Notícias

Quais os melhores tratamentos para varizes?

legs

No artigo anterior, “Homens: fiquem de olho nas varizes!” (http://bit.ly/2lWJAcJ) chamei a sua atenção sobre a ocorrência de varizes em homens. Sim, nós podemos ser acometidos por essa doença e, se não cuidarmos, ela pode ser um risco grave à nossa saúde!

Neste artigo, portanto, falarei um pouco sobre os diversos tratamentos já disponíveis no mercado. Em primeiro lugar, alerto você: apenas um cirurgião vascular poderá fazer um diagnóstico preciso sobre o seu caso e, assim, indicar o tratamento mais adequado!

Bom, o tratamento ideal depende sempre do grau de estágio da doença, ou seja, quanto mais cedo tratar, melhor será a resolução do seu problema. A seguir, conheça cada uma das terapias!

 

Escleroterapia

Nos casos mais simples, é recomendado a Escleroterapia, onde é injetado na veia varicosa uma concentração de espuma feita de polidocanol, que causa um processo inflamatório na parede da veia, causando seu fechamento e impedindo a circulação do sangue por ela.esclero espuma

Esse procedimento não requer internação, sendo feito no próprio consultório médico e sem necessidade de anestesia. O número de sessões varia de acordo com a quantidade de vasinhos e varizes.

(Em artigo futuro, falarei sobre uma técnica especial com que tenho realizado os meus procedimentos em consultório e há relatos de diminuição significativa do desconforto!)

 

Escleroterapia com Glicose

Outro tratamento muito comum e pouco invasivo é a Escleroterapia com Glicose, que age no organismo da mesma forma que a espuma de polidocanol.

esclero glicose

 

A principal vantagem da glicose é o fato de ser uma substância bem tolerada pelo organismo, não gerando efeitos colaterais, alergias, coceira ou irritação. O procedimento pode ser realizado no consultório e o número de sessões varia de acordo com a quantidade de vasinhos, mas devem ser realizadas com intervalo médio de 15 dias.

 

Escleroterapia a laser

Esta terapia é similar a espuma e a glicose, porém, ocorre através de energia luminosa que aquece o vaso problemático, gerando uma inflamação que une as paredes da veia e as fecha, sendo absorvida pelo próprio organismo.

esclero laser

O procedimento é semelhante a Escleroterapia, até um pouco mais devido aos diversos disparos de luz. O número de sessões também pode variar de acordo com a quantidade de vasos.

 

Endolaser

Em muitos casos, as varizes encontram-se em estado avançado (calibrosas) e é necessário intervenção cirúrgica. Uma das opções, então, é o Endolaser, onde uma fibra é introduzida no interior de uma veia e então disparada energia luminosa até que seja totalmente fechado seu pertuito interno devido calor, trata-se de uma ablação. Para esse procedimento, é necessário o uso de anestesia, todavia não obrigatória e sua realização é em  ambiente cirúrgico e ou ambulatorial, podendo o paciente ter alta no mesmo dia. O período de repouso é menor que a cirurgia tradicional.

cirur endolase

Cirurgia tradicional

Na Cirurgia Tradicional é inserido um cabo (fleboextrator) que passa por dentro da veia e a retira, através de inversão. A cirurgia é indicada para os casos mais graves e avançados, ou seja, acometimento de veia safena. Assim como nos casos de menor complexidade existe concomitantemente as flebectomias (retirada de veias menores). Neste caso, é necessária a internação do paciente. Também é indicado o uso de meias de compressão e a restrição ao sol para não resultar em manchas na pele.

cirurgia-de-varizes

Clique em “Pré-operatório: Dicas para tornar sua cirurgia mais segura” (Acesse!) e veja nosso artigo sobre este assunto!

Bom, esses são os tratamentos mais indicados e cientificamente comprovados, podendo ser realizados somente por um Cirurgião Vascular. Este médico é quem indicará qual tratamento será mais apropriado ao seu caso, podendo associar um a outro também!

Gostou das orientações? O meu objetivo é esclarecer tudo sobre varizes e, assim, melhorar a sua qualidade de vida e saúde. Meu próximo post será sobre “Guia prático pós-tratamento de varizes e vazinhos!, afinal, o médico e seu paciente devem atuar juntos em prol do restabelecimento, manutenção e prevenção da saúde!

Com carinho,

 

Dr. Clayton de Paula

ola@vasculaireclinique.com.br

Cirurgião Vascular

CRM – SP: 146656

 

Facebook: http://bit.ly/2qzs6bc

Instagram: http://bit.ly/2i3jvLc

YouTube: http://bit.ly/1sMvBIr

Doctoralia: http://bit.ly/2eSrKGM

Deixe um Comentário